Entenda as 7 dimensões do BIM e suas funcionalidades

Atualizado: 15 de ago.

A construção civil é um ramo que utiliza muito novas tecnologias para otimizar seus processos e fazer melhorias. Uma delas é a Modelagem da Informação da Construção ou Building Information Modelling (BIM), uma ferramenta que possui diversas funcionalidades que devem ser conhecidas a fundo para serem aplicadas de forma eficiente.


Para entender o que é o BIM e a utilização de cada aspecto da obra através dessa tecnologia, além de suas vantagens, continue lendo. • O que é o BIM? A ferramenta consiste no processo de criação de modelos de informação para todas as etapas do processo de construção, apresentando informações gráficas e não gráficas que são armazenadas em um modelo compartilhado de dados. É comum que o conceito de maturidade e dimensões do BIM sejam confundidos, mas eles são distintos. A maturidade indica a capacidade da cadeia de suprimentos de trocar informações de forma digital. Já as dimensões se referem aos tipos de dados que são vinculados a um modelo de informação. Dessa forma, as dimensões são cruciais para entender detalhadamente as etapas de construção do projeto, como o orçamento, os prazos, a execução de cada passo. Com essas informações, é possível otimizar os processos de diversas áreas da obra. • 2D BIM: Gráfico Sendo a dimensão mais simples, representa os planos do projeto, como plantas baixas, fachadas, cortes, elevações, dentre outros. Entretanto, essa dimensão possui desvantagens, como a falta de integração entre diferentes plantas. • 3D BIM: Modelo Essa é a dimensão que possibilita a criação de uma maquete virtual sincronizada à confecção de plantas técnicas. Por isso, ao modificar um elemento em um projeto 2D, o 3D é modificado automaticamente, e essa interdependência é uma das ferramentas auxiliares. • 4D BIM: Planejamento É evidente que o planejamento é a base para garantir o pleno funcionamento da obra dentro do orçamento e prazos previstos, evitando atrasos e gastos adicionais. Nessa dimensão, é possível criar uma sequência lógica de etapas da obra que devem ser cumpridas. Por isso, construa os passos com atenção para que duas ou mais etapas não estejam sendo realizadas simultaneamente. • 5D BIM: Custos O BIM 5D é a dimensão relacionada ao orçamento da obra, o qual é atualizado automaticamente quando é feita qualquer alteração em algum custo. Além disso, nessa dimensão é possível avaliar o impacto de mudanças no projeto para prever o orçamento com precisão. • 6D BIM: Sustentabilidade A preocupação com o meio ambiente é um pilar indispensável da construção civil, por isso a dimensão 6D possibilita a análise de informações nesse aspecto, como gasto de água e de energia, conforto térmico, desempenho acústico, luminosidade, dentre outros. • 7D BIM: Gestão da manutenção Essa dimensão trata os cuidados que devem ser tomados em uma obra para garantir sua manutenção, como manuais de operação, datas de validade e de garantia, especificações dos materiais. Dessa forma, é possível controlar o funcionamento dos sistemas hidráulicos, hidrossanitários e elétricos. Apesar de ainda não ser muito difundida, a dimensão 7D é excelente para evitar dores de cabeças após a entrega da obra e garantir a qualidade duradoura do projeto. Por fim, todas essas dimensões, quando usadas em conjunto, funcionam para garantir o bom funcionamento de diversas áreas da construção, desde o planejamento passando pela execução e tambémna manutenção. Para saber mais sobre construção civil, não deixe de seguir a Brickup nas redes sociais e acompanhar os artigos deste blog.