top of page

Como organizar a gestão de compras na sua construtora

Atualizado: 22 de abr.



A tendência para a gestão de compras atualmente na construção civil é a redução de estoque, uma estratégia que visa reduzir desperdícios, economizar capital de giro e desenvolver um sistema mais enxuto, seguindo a linha da metodologia Lean Construction.


O que é a gestão de compras na construção civil?


Não é possível falar sobre construção civil e não discutir sobre como fazer uma boa gestão de compras. Quer seja uma construtora, quer seja uma incorporadora, quer seja uma empreiteira, todas devem se preocupar com esse processo, dessa maneira é possível evitar eventuais desperdícios, assim como garantir uma economia.


A gestão de compras na construção civil nada mais é do que um modo de controlar o orçamento de um projeto. Ou seja, ela consiste em uma logística para controlar o estoque de materiais de uma obra, de modo a evitar gastos que não sejam necessários e furos no orçamento.


Como funciona o setor de compras de uma construtora?


O setor de compras de uma construtora é muito importante, afinal, ele garante todos os materiais necessários para o estoque, evitando desperdícios e atrasos, assim como adequando o fornecimento à procura. E, é claro, sempre buscando o menor custo possível.


Quando falamos sobre o setor de compras, devemos nos atentar com os novos tempos. Precisamos nos lembrar que, com a internet e a globalização, os clientes ganharam novas qualificações. Por isso, então, os profissionais desse setor precisam também se preocupar com o planejamento, assim como com as vendas e o financeiro.


Além disso, o setor de compras deve ter atenção com as diversas opções do mercado, sempre atento aos mais minuciosos detalhes. Pensando nisso, confira a seguir as etapas para uma gestão de compras eficiente.


Faça um planejamento e controle todas as etapas



O processo de compras na construção civil, geralmente, se inicia após a etapa de aprovação de um orçamento. Assim, a partir do orçamento de custos gera-se o quantitativo de materiais, e a listagem de serviços necessários para a execução de uma obra. Logo, tem-se a lista de materiais e serviços a serem cotados junto aos fornecedores.


O orçamento de custos, quando aliado a um planejamento de obra, ajuda na precisão do consumo dos materiais e serviços ao longo do tempo. Em síntese, mostra ao gestor as necessidades de compras por períodos, e ajuda a filtrar a escolha do fornecedor. Isso é importante, já que o tempo de entrega é uma variável importante a ser considerada.


É importante efetuar um acordo com os fornecedores e/ou prestadores de serviço. Eles devem garantir que os produtos e serviços comprados preencham as normas vigentes relacionadas ao empreendimento. Por fim, o gestor de compras é responsável por controlar e seguir o planejamento, nunca agindo pela intuição, já que isso pode levar a atrasos e gastos desnecessários.


Controle a entrada e saída de materiais


A construção civil está bastante condicionada ao controle de materiais. Estima-se que aproximadamente 30% dos gastos nas construções estão associados ao desperdício de materiais. Para reduzir esses números, convém manter um rigoroso controle sobre a entrada e saída de materiais recorrendo a:


- fiscalização no canteiro de obras;

- cálculos automatizados da utilização dos materiais em cada operação e etapa;

- rastreamento de materiais por meio de RFID (etiquetas de radiofrequência);

- aplicação de sistemas que fazem projeções de demanda.



Pesquise antes de comprar


Compras devem ser sempre acompanhadas de pesquisa, já que o mercado da construção oferece diversas opções, e não só de preços, mas também de materiais e serviços.


No entanto, é importante que, além da relação entre custo e benefício, as opções ofereçam um diferencial para o projeto. E nesse caso estamos falando de materiais e técnicas mais sustentáveis, que mesmo não sendo as mais baratas, podem ser uma forma de melhorar a qualidade do empreendimento durante o uso ou no momento de conquistar novos clientes.


Busque parcerias



Negociar melhores preços para grandes volumes e prazos melhores de pagamento podem fazer uma grande diferença no seu custo. Para isso, você precisa estabelecer parcerias. Parcerias com fornecedores são uma estratégia benéfica para ambas as partes, já que a construtora realiza diversas obras e precisa de muitos recursos. Por isso, encontre um parceiro de qualidade e confiança, com bons produtos, preços justos e que cumpra os prazos estabelecidos.


Além disso, com mais de um projeto nas mãos do mesmo fornecedor, as possibilidades de negociação de prazos de pagamento e descontos são muito maiores e vantajosas para a construtora. Entretanto, continue de olho no mercado! Você pode acabar identificando novas e vantajosas oportunidades de compra e ainda mais poder de negociação.


Invista em tecnologia


Automatizar alguns processos, além de melhorar consideravelmente a gestão de suprimentos na construção civil, reduz as chances de erro e desperdícios quase que em 100%. A aquisição de matéria-prima desse setor é complexa e específica, e só acontece de maneira vantajosa quando é bem controlada.


É por isso que vale a pena investir em ferramentas de integração que possibilitem o controle de custos e de compras, além de oferecer dados para analisar melhor todo o processo.


Aqui na Brickup, temos uma solução pensada exclusivamente para esse setor, o de compras. Quer conhecer mais sobre? Converse rapidamente com um de nossos consultores!


 

Quem é a Brickup



Somos líder em soluções digitais para gestão completa na construção civil e industrial. Aqui na Brickup, a tecnologia é a chave para otimizar o seu trabalho e facilitar diversas etapas através de cada um dos módulos: Orçamento, Planejamento, Produtividade, Compras, Financeiro, RDO e LPS. 


Acompanhe a gente também nas redes sociais! Estamos no LinkedIn, Instagram e YouTube



Commentaires


bottom of page