top of page

5 erros mais comuns no orçamento de obras que uma construtora não deve cometer

Atualizado: 1 de mar.

construtor misterioso em um canteiro de obras abandonado e assustador.

Fala, construtor!

Já pensou que um orçamento de obras não é só levantamento de quantitativos? Essa é uma parte super estratégica do seu trabalho e deve ser vista como tal, caso você não queira ver seus recursos ou dos seus clientes escoarem pelos ralos! Mas bem lá na "sola da sapata", você sabe como fazer um orçamento que seja justo, preciso e competitivo ao mesmo tempo?


Esse papo é super importante e a gente sabe o quanto um orçamento de obras é estratégico para o sucesso do seu negócio, por isso nada melhor do que trazer o assunto pra cá! Vamos ver alguns dos erros mais comuns que algumas construtoras tendem a cometer na hora de elaborar orçamentos?


Assim você constrói orçamentos cada vez mais acertados e fica de olho na qualidade, rentabilidade e na reputação da sua construtora.


#1: Não conhecer bem o projeto

O primeiro erro a evitar é não conhecer bem o projeto que você vai orçar. Isso significa que você deve estudar com detalhe o escopo, as especificações, as normas técnicas, os desenhos e as plantas da obra, antes de começar a fazer o orçamento de obras. Assim, você evita surpresas, imprevistos e retrabalhos que podem aumentar os custos e os prazos da obra.


Além disso, é preciso visitar o local da obra e fazer uma análise das condições do terreno, da infraestrutura, da logística e dos possíveis obstáculos que podem interferir na execução do projeto. Dessa forma, é possível prever alguns dos desafios que podem surgir a frente e as soluções que serão necessárias para realizar a obra no preço e no prazo.



#2: Não fazer pesquisa de mercado

Outro erro comum é pular a pesquisa de mercado antes de fazer orçamento de obras. Nesse momento você faz o levantamento dos preços dos materiais, dos equipamentos, da mão de obra e dos serviços que serão utilizados na obra, bem como as condições de pagamento, de entrega e de garantia oferecidas pelos fornecedores.


Com uma boa pesquisa de mercado em mãos, você compara as opções disponíveis e escolhe as melhores alternativas para a sua obra, levando em conta a qualidade, o custo e o prazo.


Se liga aqui: além disso, essa é a hora de negociar melhores condições com os fornecedores e obter descontos e vantagens - o que pode reduzir os custos da obra.


#3: Não seguir uma metodologia adequada para orçamento de obras

Mais um ponto de atenção: a metodologia adequada para fazer o orçamento. Mas como assim metodologia? Nada mais é do que seguir um passo a passo lógico e consistente para estimar os custos da obra, pra isso você vai usar ferramentas e técnicas adequadas para cada etapa do processo.


É claro que cada projeto possui suas especificidades, mas via de regra, um passo a passo lógico envolve:

  • Definir os itens que compõem a obra (serviços, materiais, equipamentos, mão de obra etc.);

  • Quantificar os itens da obra (medir as quantidades necessárias de cada item);

  • Calcular o custo unitário de cada item;

  • Totalizar os itens da obra (multiplicar as quantidades pelos custos unitários);

  • Calcular os impostos e as contribuições sobre a mão de obra;

  • Adicionar o BDI (Benefício e Despesa Indireta, que inclui as despesas administrativas, financeiras e comerciais da construtora);

  • Calcular o percentual de lucro praticado pela construtora.

Ao usar uma metodologia adequada para fazer o orçamento de obras, você garante que todos os custos do projeto sejam considerados e calculados corretamente, evitando subestimar ou superestimar os valores e comprometer a viabilidade do projeto.



#4: Não revisar o orçamento

Estamos diante daquele erro que pode facilmente ser evitado com mais uns minutinhos de atenção. Portanto, sempre revise o documento antes de apresentá-lo ao cliente. Confira se todos os dados, cálculos e informações estão corretos, completos e atualizados, e se o orçamento de obras está de acordo com o projeto e com as expectativas do cliente.


Ao revisar, corrija possíveis erros, inconsistências ou omissões que podem prejudicar a credibilidade e a qualidade do seu trabalho. Se preciso, ajuste o documento de acordo com as mudanças que possam ocorrer no meio do caminho ou até mesmo no mercado. Afinal, é a reputação do seu negócio que está em campo!


#5: Não ser claro e profissional

É fundamental que o orçamento de obras seja feito com cuidado, atenção e profissionalismo. Por isso, elabore um documento com todas as informações relevantes, de forma organizada, objetiva e transparente, facilitando a compreensão e a análise do cliente.


Algumas boas dicas pra montar um orçamento de obras:

  • Colocar a identificação da construtora e do cliente;

  • Inserir a descrição do projeto e do escopo da obra;

  • Listar a composição dos custos da obra (detalhando os itens, as quantidades, os custos unitários e os custos totais);

  • Deixar claro os encargos sociais e trabalhistas;

  • Especificar o BDI;

  • Citar a margem de lucro;

  • Deixar bem claro o valor total do orçamento e as condições de pagamento;

  • Especificar o prazo de validade do orçamento;

  • Conter a assinatura do responsável pelo orçamento.


Ao apresentar o orçamento de obras de forma clara e profissional, o cliente sente mais seriedade, competência e confiança no seu trabalho, aumentando as chances de fechar o negócio.


Dica bônus: sabia que com Brickup você automatiza todo o processo de orçamento de obras, usa composições próprias e os dados da SINAPI (automaticamente!), armazena tudo em um ambiente 100% seguro e acessa de qualquer lugar?


É hora de abrir mão da antiga planilha Excel e evoluir o processo, pra isso, deixamos tudo mais simples e descomplicado pra você!


Orçamento de obras exige conhecimento, experiência e cuidado


O orçamento é uma ferramenta essencial para o planejamento, a execução e o controle de qualquer projeto de construção. Ele serve para estimar os custos, os prazos, os recursos e os riscos envolvidos na obra, além de ser um documento que formaliza a proposta do construtor para o cliente.


Ao evitar os erros listados acima, sua construtora gera orçamentos justos, precisos e competitivos, garantindo a satisfação do cliente e a rentabilidade também!


Gostou das dicas?

Se você tem alguma dúvida ou outra dica importante sobre orçamento de obras, deixe seu comentário!


 

Quem é a Brickup



Somos líder em soluções digitais para gestão completa na construção civil e industrial. Aqui na Brickup, a tecnologia é a chave para otimizar o seu trabalho e facilitar diversas etapas através de cada um dos módulos: Orçamento, Planejamento, Produtividade, Compras, Financeiro, RDO e LPS. 


Acompanhe a gente também nas redes sociais! Estamos no LinkedIn, Instagram e YouTube

Comments


bottom of page