top of page

The Line: uma cidade futurista audaciosamente projetada no meio do deserto


construtor misterioso em um canteiro de obras abandonado e assustador.

Você já imaginou morar em uma cidade que se estende por 170 quilômetros, sem carros, sem estradas e com energia 100% renovável? Essa é a proposta de The Line, um projeto ambicioso da Arábia Saudita que pretende criar uma megalópole linear no meio do deserto. O objetivo é diversificar a economia do país, que depende muito do petróleo, e atrair investimentos e turistas.


Essa cidade futurista, que promete revolucionar o conceito de urbanismo faz parte de um projeto ainda maior, chamado Neom - um conjunto de cidades inovadoras e não poluentes com custo estimado de mais de US$ 800 bilhões.


A proposta de The Line - uma cidade futurista no meio do deserto


A ideia é que The Line seja uma longa e estreita cidade, composta por dois gigantescos arranha-céus paralelos, com 200 metros de largura, 500 metros de altura e 170 quilômetros de comprimento. Ela será 100 metros mais alta que o Empire State e cruzará o território de Neom, próximo ao Mar Vermelho, no noroeste do país.


A cidade foi projetada para emitir uma pegada de carbono zero e funcionará com energia 100% renovável, incluindo o setor industrial. Além disso, The Line não terá estradas e nem carros.


De acordo com o site do projeto, a megalópole linear será construída em uma área de apenas 34 quilômetros quadrados e acomodará 9 milhões de pessoas.

"Isto significará uma redução da pegada de infraestrutura, criando eficiências nunca antes vistas nas funções da cidade".

Os residentes terão acesso a todas as comodidades do local no dia a dia a uma caminhada de cinco minutos. Para ir de um lugar a outro de The Line, contarão com trens de alta velocidade que não emitirão carbono e levarão apenas 20 minutos para percorrer toda a extensão da cidade futurista.


Outra curiosidade sobre The Line é que ela terá um ambiente cuidadosamente criado para permitir um equilíbrio entre luz solar, sombra e ventilação natural. A cidade também terá áreas verdes essenciais para melhorar o ar da região e proporcionar mais conforto para quem mora ou passeia por lá. A promessa é de clima ideal durante todo o ano, garantindo que os moradores possam desfrutar de toda a natureza em torno da cidade. A água virá da dessalinização do Mar Vermelho.


O projeto começou em 2021 e deve levar cerca de 50 anos para ser concluído. Se finalizado de acordo com os planos, ele vai redefinir o conceito de urbanismo com sua visão futurista.


O que alguns especialistas estão dizendo sobre The line?

The Line é um projeto audacioso e controverso e tem enfrentado críticas de alguns especialistas por questões ambientais, sociais e econômicas. Eles questionam a viabilidade e a sustentabilidade do investimento, considerando os desafios climáticos extremos da região, os conflitos com as comunidades locais, o potencial de vigilância, além do controle sobre os residentes e a distribuição desigual de recursos e acessibilidade dentro da cidade.


Mas e você, o que pensa do projeto?

Gostaria de viver em uma cidade como The Line?

Conta pra gente nos comentários!


 

Quem é a Brickup



Somos líder em soluções digitais para gestão completa na construção civil e industrial. Aqui na Brickup, a tecnologia é a chave para otimizar o seu trabalho e facilitar diversas etapas através de cada um dos módulos: Orçamento, Planejamento, Produtividade, Compras, Financeiro, RDO e LPS. 


Para entender cada uma dessas ferramentas e como suas funcionalidades podem economizar o seu tempo, aumentar o seu lucro e a sua produtividade, converse agora mesmo com um de nossos especialistas clicando aqui


Acompanhe a gente também nas redes sociais! Estamos no LinkedIn, Instagram e YouTube

Comentarios


bottom of page