Steel Frame X Wood Frame: diferenças e vantagens de cada um

Todos os dias surgem novas tecnologias para inovar o processo de construção civil e duas delas são os processos construtivos Steel Frame e Wood Frame. Essas opções oferecem um custo financeiro viável e um bom padrão de qualidade. Por isso, apresentamos a seguir a diferença entre essas estruturas, as vantagens de cada uma delas e qual solução é a mais adequada para cada projeto de sua construtora. Steel Frame Esse sistema preza por uma construção mais durável, eficiente, limpa e sustentável. Conhecido como "a seco", ele conta com uma estrutura bem leve de perfis de aço galvanizado que constituem um esqueleto estrutural autocolante. O esqueleto é composto por painéis, tesouras de telhado, vigas e outros elementos pensados para suportar as grandes cargas das edificações. Além disso, são fixadas placas de fechamento externo e interno, barreiras e isolamento termo acústico, aspectos que elevam a qualidade da construção.


Vantagens desse sistemaSustentabilidade Nesse processo há a economia de energia, baixo uso de água, baixo volume de resíduos gerados e uso de materiais recicláveis. • Versatilidade É possível executar diversos projetos de edificações, desde que eles não sejam muito grandes, ou seja, ultrapassem 5 andares. • Estrutura leve Uma vez que o esqueleto estrutural utilizado é bem leve, os custos com fundação são reduzidos em até 75%. • Custos previsíveis Como o projeto a ser seguido deve ser obrigatoriamente desenvolvido no início da obra, é possível estipular um orçamento detalhado que dificilmente será violado. • Isolamento termo acústico Esse é um aspecto bem característico desse sistema que chama bastante atenção dos clientes, já que é uma grande vantagem para a construção. • Fácil execução e manutenção Graças a sua facilidade de execução, a qualidade das obras é grandemente ampliada, além das poucas preocupações com a manutenção da edificação. Wood Frame Como seu nome sugere, esse sistema consiste em placas de madeira, geralmente de reflorestamento, com proteção em autocolante contra umidade e cupins, que são combinadas com chapas de OSB que ajudam a uniformizar as deformações da madeira. Esse sistema é ideal para casas e projetos de até 5 andares. Além disso, os materiais mais utilizados para a execução da técnica são o pinus e o eucalipto. Os painéis são produzidos em fábricas já nas medidas corretas e depois transportados para o canteiro de obras. Nessa técnica, existem 7 camadas de construção: estrutura de madeira tratada, isolamento termo acústico, OSB, membrana hidrófuga, placa cimenticia, gesso acartonado e, por fim, o acabamento.

Vantagens desse sistema Sustentabilidade A madeira reflorestada utilizada nos projetos auxilia na redução de cerca de 80% de gás carbônico. • Durabilidade Utilizando uma madeira de qualidade, as construções de Wood Frame podem ter séculos de duração, uma das grandes vantagens. • Obra limpa Essa técnica gera quase que nenhum resíduo ou entulho comuns em obras de alvenaria, o que oferece grande economia. Agora que você já sabe as características de cada sistema construtivo, deve pensar em seu projeto e contar com um profissional para decidir qual a opção mais adequada para você. No Brasil, o Wood Frame é pouco usado por conta do alto preço de uma madeira de qualidade, mas a técnica ainda é excelente e pode ser a melhor escolha dependendo do lugar. E aí? Qual desses sistemas te pareceu mais atrativo? Nos conte aqui nos comentários! E não se esqueça de seguir a Brickup nas redes sociais para conteúdos como esse em forma de vídeo.