O que é BI e como ele pode mudar a forma de gerenciar obras

Qualquer um que trabalha no setor da construção civil entende a enorme importância de um bom planejamento de obras. Infelizmente, imprevistos sempre acontecem e é o planejamento que faz com que esses problemas não atrasem a entrega da obra.

Quando um pequeno atraso na entrega dos materiais acontece, cabe ao gestor buscar maneiras de planejar e implementar ações que diminuam o impacto desses problemas. É para isso que os dados são fundamentais: guiar a solução dos conflitos e evitar que esses empecilhos ocorram durante o percurso. • O que é Business Intelligence? Business Intelligence consiste no processo de tornar dados significativos para os gestores empresariais. Assim, ajuda a empresa a tomar as melhores decisões para o negócio com base em dados, os quais são divididos em 3 áreas: Dados históricos: analisam eventos passados para entender o que funcionou. Dados atuais: monitoram o desempenho da empresa em tempo real a fim de tomar decisões operacionais. Previsões: prevêem tendências futuras e prepara a empresa para recebê-las. • Business Intelligence na construção civil Adotar o BI na construção civil significa utilizar a tecnologia a favor do seu projeto e tornar a sua construtora mais competitiva no mercado. O principal objetivo é agrupar e organizar um alto volume de informações para facilitar as consultas feitas pelo gestor ao banco de dados, oferecendo melhor visualização e entendimento. Entenda como implementar essa tecnologia: Escolha a melhor ferramenta de coleta de dados Antes de tudo, é preciso escolher uma forma de coletar dados no canteiro de obras de forma sistemática. Nessa etapa você pode analisar vários fatores para tomar decisão, mas o principal deles está ligado a facilidade com que esse dado pode ser coletado e a forma com que ele chega a seu destino, que nesse caso é o software que você vai utilizar para trabalhar esses dados coletados. Integre e trate os dados em sua plataforma BI Depois de resolver a primeira (e mais importante etapa), chegou a hora de começar a lidar com as informações que estão chegando. É importante observar que as informações podem chegar de diferentes locais, vamos citar aqui os principais: 1) Informações do canteiro de obras oriundas da coleta de dados; 2) Informações de parametrização de seu projeto e orçamento, como por exemplo dados de uma EAP, quantidades totais estimadas, valores que itens estão sendo negociados, etc.; 3) Informações externas que podem ajudar a analisar e tomar decisões, como por exemplo: preço do CUB, tendências de mercado, etc. Com posse dessas informações em sua ferramenta BI, chegou a hora de organizar esses dados, tratar e conectá-los de uma forma que eles passem a falar a “mesma lingua”. Se você tem bases distintas e formas distintas de obter dados, prepare-se para um longo e árduo trabalho, pois geralmente fontes diferentes conversam em línguas diferentes. Para que esse trabalho não seja eternamente demorado e caro para sua empresa, esqueça a coleta de dados em planilhas de excel, porque se não você vai precisar de uma ou mais pessoas apenas para a etapa de tratamento de dados e além de encarecer o processo, vai torná-lo mais longo. Crie indicadores e monitore Com esses dados tratados e organizados, chegou a hora mais bela e fácil, que é gerar seus indicadores no BI. Os Indicadores de Performance também são chamados de KPI (Key Performance Indicators) e garantem diversos benefícios: ao criar um indicador de consumo de materiais, por exemplo, é possível monitorar o uso desses insumos e analisar o aproveitamento, evitando desperdícios. Além disso, é importante monitorar os resultados dos indicadores para interpretar os dados de forma inteligente. • Benefícios do BI na construção civil Diminuição de erros: utilizar Business Intelligence permite que a gestão da construtora se torne muito mais precisa, reduzindo a possibilidade de erros que afetem o processo. Economia: a percepção de desperdícios ou serviços desnecessários faz com que gastos sejam poupados. Planejamento mais rápido: com um planejamento mais veloz, a execução do projeto começa com antecedência e os atrasos na entrega são evitados. Capacidade de adaptação: o sistema se utiliza de forma simples e rápida, sempre se adaptando às necessidades da construtora. Controle de desempenho: a ferramenta permite analisar a produtividade da equipe e, assim, buscar melhorias. Mobilidade: o sistema pode ser acessado em qualquer lugar, de qualquer dispositivo. Fluxo de caixa: o BI controla despesas e receitas, as quais podem ser relacionadas com outras informações para avaliar a situação e tomar decisões assertivas. Diminuição de inadimplência: os dados relacionados à inadimplência e problemas com compradores de fornecedores contribuem para a avaliação dos melhores perfis para se trabalhar. Métricas precisas: analisar dados de obras anteriores possibilita o estabelecimento de métricas precisas para os projetos futuros. • O “pulo do gato” para você começar trabalhar com dados Aqui na Brickup, temos especialistas em engenharia e especialistas em gestão, então desde nossos primeiros passos buscamos aperfeiçoar a coleta de dados no canteiro de obras e a gestão desse dado para que cada vez mais nossos clientes sintam-se seguros e confortáveis para tomar decisões em cima dessas informações.

Dentro de nossa plataforma de acompanhamento de obras nós temos um BI próprio, onde os clientes definem quais relatórios ou indicadores irão aparecer para eles e com a ajuda de nossos consultores chegamos nessas visões.

Ter um BI próprio igual oferecemos a nossos clientes dá a eles um poder de tomada de decisão muito grande, mas o mais importante é dar a ele economia de tempo para gerar e passar a tomar decisões com base nos dados, pois como está tudo dentro de uma mesma plataforma, a etapa mais longa do processo, que é integrar, tratar e organizar os dados já acontece de forma automática. Você pode experimentar o poder de tomar decisões com base nos dados experimentando de forma 100% gratuita nossa plataforma por alguns dias, clique aqui e solicite um teste grátis.